Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

111 Palavras

Os dias contados em 111 palavras

Chão

por João Leal, em 16.02.17

Não sentia nem alegria nem tristeza. Funcionava bem nessa neutralidade. Era só um vazio que na verdade não a oprimia. Incomodava-a era a falta de entusiasmo. Também a vontade de chorar que aparecia de súbito e que, não tendo uma razão lógica, ela aguentava sem fraquejar. Já o sono disfuncional era mais difícil de trabalhar. Apetecia-lhe deitar-se muitas vezes durante o dia: no chão do restaurante onde trabalhava, no comboio, no parque infantil ou no corredor de sua casa. Juntava forças e só se permitia fazê-lo no sofá já depois do jantar, onde ficava até ao novo dia. Netflix. Seria uma depressão, disseram-lhe, mas ela não podia ficar deprimida. Tinha responsabilidades.