Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

111 Palavras

Os dias contados em 111 palavras

Coração

por João Leal, em 23.03.17

Tinha sido apanhada desprevenida. Deu uma corrida depois da passagem de um autocarro amarelo e atravessou a avenida. O céu cinzento antecipava o entardecer. Fazia frio e a chuva esparsa, de gotas grossas, enregelava-lhe a testa. Caminhou colada aos prédios sujos, aproveitando a proteção das varandas. Uma rapariga de uns 15 anos estava sentada numa arcada, costas contra a parede de cimento. Tinha cabelo preto, os lábios pintados, camisola branca e calças azuis. Chorava, a luz branca do telemóvel riscando-lhe as faces com o rasto das lágrimas. Soube que não valeria a pena perguntar-lhe se precisava de ajuda. De algum modo, sabia que se tratava de um assunto do coração.